“GUERRA SEM FIM”: MPF LANÇA MINIDOCUMENTÁRIO SOBRE ETNIA KRENAK EM PLATAFORMAS DIGITAIS

Produção sobre resistência da etnia Krenak contra o regime militar
foi lançado nesta quinta-feira, 15 de setembro, em São Paulo, e
já está disponível na internet.

Produzido pelo Ministério Público Federal, Associação Nacional dos
Procuradores da República e Unnova Produções, o minidocumentário
“Guerra sem fim: Resistência e Luta do Povo Krenak” está
disponível nas plataformas digitais desde quinta-feira, 15 de
setembro, data de lançamento que ocorreu durante evento em São Paulo, seguido de debate.

O documentário narra a história, resistência e luta contra o
extermínio do povo indígena Krenak, em especial no período da
ditadura militar. O filme traz depoimentos de membros da etnia e de
especialistas, colhidos pelo Ministério Público Federal em Minas
Gerais e pelo Grupo de Trabalho sobre povos indígenas da Câmara de
Coordenação e Revisão do MPF que atua na temática.

A partir dos registros, o documentário aborda as origens do povo
Krenak, os encontros violentos com os brancos e as campanhas de
extermínio que ocorreram desde o período colonial até a ditadura
militar de 1964 a 1985. Expulsos de suas terras na região do Rio Doce,
em Minas Gerais, durante o regime militar, os Krenak hoje vivem numa
reduzida área reconquistada com grandes dificuldades.

Participaram do debate a procuradora da República Inês Virgínia
Soares, o diretor do Instituto Socioambiental, Maurício Guetta, e a
pesquisadora Manuela Carneiro. A conversa foi transmitida via facebook.

O minidocumentário foi exibido simultaneamente no Cine Clube Ciber +
Cultura, da Rede Cidadão do Mundo, na Universidade Federal do Espírito
Santo.

REPARAÇÃO – Em ação ajuizada em dezembro do ano passado, o MPF pede
que o Estado brasileiro seja responsabilizado pelas graves violações
de direitos humanos cometidas contra a etnia.

O MPF relata em detalhes o ambiente de exceção, trabalhos forçados,
tortura, remoção compulsória e intensa desagregação social impostos
ao povo Krenak quando da implantação do reformatório nas terras da
etnia, situadas à margem esquerda do rio Doce, no município de
Resplendor, região leste de Minas Gerais.

Confira o trailer  :
https://www.youtube.com/watch?v=ogMaI–Zdug

Para assistir o minidocumentário completo acesse: https://www.youtube.com/watch?v=DfkGVfkJpAM