PROACE ABRE INSCRIÇÕES PARA PROCESSO SELETIVO VISANDO APOIO À INCLUSÃO DIGITAL

O edital dispõe sobre a seleção socioeconômica visando a concessão de suportes à inclusão digital de estudantes regularmente matriculados em cursos de graduação presenciais da UFSCar, que estejam enquadrados no perfil para atendimento do Decreto nº7.234/2010 (PNAES).

Segue abaixo o link com o edital;

PROACE ABRE INSCRIÇÕES VISANDO PROCESSO SELETIVO PARA APOIO À INCLUSÃO DIGITAL

MARCHA PELA CIÊNCIA E PELA VIDA: UFSCAR EM AÇÃO NO COMBATE À COVID-19

65699_whatsapp_image_2020_05_05_at_15.59.23_2576128257200132894

A UFSCar realizou Workshop  Virtual  em 07.05.2020,  conforme notícia do site UFSCar:

Workshop Virtual “Marcha pela Ciência e pela Vida” na UFSCar

Confira a programação do:

Workshop Virtual
MARCHA PELA CIÊNCIA E PELA VIDA: UFSCAR EM AÇÃO NO COMBATE À COVID-19

Em apoio à Marcha Virtual pela Ciência no Brasil – SBPC

7 de maio de 2020

Sessões 08h45 – Abertura: UFSCar Marchando pela Ciência e pela Vida 09h – UFSCar Marchando na Linha de Frente contra a COVID-19 10h – UFSCar Marchando pela Saúde 11h – UFSCar Marchando pela Educação 14h – UFSCar Marchando pela Inclusão 14h30 – UFSCar Marchando para Transformar Ciência em Qualidade de Vida 15h15 – UFSCar Marchando para Adaptar-se a um Novo Momento 16h – UFSCar Marchando para Informar a Sociedade 16h50 – Encerramento

Programação

08h45 Abertura

Abertura. Wanda Hoffmann, Reitora da UFSCar.

Ações de incentivo e resposta da Comunidade UFSCar no Enfrentamento da COVID-19. Roberto Ferrari Júnior, Pró-Reitor de Extensão.

09h UFSCar Marchando na Linha de Frente contra a COVID-19

Moderador: Rafael Vidal Aroca, Diretor da Agência de Inovação da UFSCar.

Apresentações – Participantes da Mesa (5 min cada): • Panorama dos projetos de extensão para enfrentamento da COVID-19. José Marques Novo Júnior, Pró-Reitor Adjunto de Extensão; • Visão geral da tramitação dos projetos de extensão para o enfrentamento da COVID-19. Victor Lopez Richard e Luiz Fernando Takase, Coordenadores ProEx. • Articulação de projetos sobre a COVID-19. Rafael Vidal Aroca, Diretor da Agência de Inovação da UFSCar.   Apresentações – Projetos de Extensão (5 min cada): • Testes diagnósticos para detecção de COVID-19 (Processo: 23112.007011/2020-19). Coordenador: Anderson Ferreira da Cunha – DGE; • Produção de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) utilizando manufatura aditiva (impressão 3D), no contexto do combate à Pandemia de COVID-19 (Processo: 23112.007441/2020-22). Coordenador: Rafael Vidal Aroca – DC;
• Rede de colaboração para combate ao COVID-19 por meio de manufatura aditiva e outros meios de fabricação (Processo: 23112.007183/2020-84). Coordenador: Daniel Braatz Antunes de Almeida Moura – DEP; • Desenvolvimento e produção de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) e de dispositivos para auxílio no combate ao Covid-19 (Processo: 23112.008103/2020-16). Coordenador: Cleyton Fernandes Ferrarini – DEP-So; • Ventiladores Mecânicos de Baixo Custo como Solução Viável para Hospitais diante da Pandemia Covid-19 – Construção, Validação e Disponibilização do Projeto (Processo: 23112.007790/2020-44). Coordenador: Sergio Henrique Evangelista – DEMec; • Ação Humanitária: Produção de agentes desinfectantes para combate à COVID-19 (Processo: 23112.008053/2020-69). Coordenador: Pedro Sergio Fadini – DQ; • Manutenção de ventiladores mecânicos e outros equipamentos biomédicos, no contexto do combate à Pandemia de COVID-19 (Processo: 23112.007438/2020-17). Coordenador: Heitor Vinicius Mercaldi – DEE.

10h UFSCar Marchando pela Saúde

Moderadora: Audrey Borghi e Silva, Pró-Reitora de Pós-Graduação da UFSCar

Apresentações – Participantes da Mesa (5 min cada): • Ações do HU no enfrentamento da COVID-19. Ângela Leal, superintendente do Hospital Universitário (HU), Flavia Gomes Pileggi Goncalves (HU). • Ações da Unidade Saúde Escola (USE). Nelci Adriana Cicuto Ferreira Rocha (USE).

Apresentações – Projetos de Extensão (5 min cada): • Cuidados Paliativos e COVID-19 (Processo: 23112.008300/2020-27). Coordenadora: Esther Angélica Luiz Ferreira – DMed; • Ações do curso de Fisioterapia durante a pandemia de COVID-19 (Processo: 23112.007410/2020-71). Coordenadora: Larissa Pires de Andrade – DFisio; • Plantão psicanalítico em situação de COVID-19 (Processo: 23112.008035/2020-87). Coordenadora: Tais Bleicher – DPsi; • COMPROMISSO SOCIAL: Gerontologia e você no combate ao COVID-19 (Processo: 23112.007437/2020-64). Coordenadora: Karina Gramani Say – DGero. • ACIEPE: Abordagem biopsicossocial na saúde do trabalhador: desafios no contexto da pandemia da COVID-19 (Processo: 23112.008358/2020-71). Coordenadora: Helen Cristina Nogueira – DFisio; • ACIEPE: Primeiros Cuidados Psicológicos e Atividades da Vida Diária – a pandemia da COVID-19 (Processo: 23112.008299/2020-31). Coordenadora: Rosalina Ogido – DMed; • ACIEPE: Contribuições da Psicologia para o enfrentamento da Pandemia do COVID-19 (Processo: 23112.008481/2020-91). Coordenadora: Camila Domeniconi – DPsi.

11h UFSCar Marchando pela Educação

Moderador: Ademir Donizeti Caldeira, Pró-Reitor de Graduação da UFSCar

Apresentações – Participantes da Mesa (5 min cada): • Ensino de Graduação na COVID-19: período suplementar e mapeamento de necessidades dos estudantes. Cláudia Buttarello Gentile Moussa, Pró-Reitora Adjunta de Graduação da UFSCar; • Formação de professores para uso de novas tecnologias. Marilde T. P. Santos, SecretáriaGeral de Educação a Distância da UFSCar; • Ensino de Pós-Graduação durante a Pandemia: aulas, defesas e bolsas específicas para pesquisas sobre COVID-19. Audrey Borghi e Silva, José Carlos Paliari e Tiago da Silva Alexandre (PoPg).
Apresentações – Projetos de Extensão (5 min cada): • ACIEPE: Os impactos da COVID-19 sobre a Educação Infantil – Assessoramento à rede municipal de São Carlos (Processo: 23112.008506/2020-57). Coordenadora: Cleonice Maria Tomazzetti – DTPP; • ACIEPE: Atualidades da Educação Especial em Tempos de Pandemia do COVID-19 (Processo: 23112.008392/2020-45). Coordenador: Nassim Chamel Elias – Dpsi; • ACIEPE: Uso de tecnologias digitais em contextos de ensino e aprendizagem de línguas: possibilidades e limites durante a pandemia COVID-19 (Processo: 23112.008463/2020-18). Coordenadora: Isadora Valencise Gregolin – DME; • ACIEPE: Refletindo sobre narrativas educativas, formação e trabalho docente com profissionais da Educação no contexto da pandemia do COVID-19 (Processo: 23112.008382/2020-18). Coordenadora: Barbara Cristina Moreira Sicardi Nakayama – DCHE-So;

14h UFSCar Marchando pela Inclusão

Moderador: Leonardo Andrade, Pró-Reitor de Assuntos Comunitários e Estudantis da UFSCar

Apresentações – Participantes da Mesa (5 min cada): • Apoio aos estudantes ao longo da quarentena. Francy Mary Alves Back, Pró-Reitora Adjunta de Assuntos Comunitários e Estudantis da UFSCar • Restaurantes Universitários na quarentena. Márcio Merino Fernandes e Luciano Mitidieri Bento Garcia – Pró-Reitor e Pró-Reitor Adjunto de Administração da UFSCar.

Apresentações – Projetos de Extensão (5 min cada): • ACIEPE: Atuação e formação de Tradutores e Intérpretes de Libras em tempo de isolamento social – COVID-19 (Processo: 23112.008393/2020-90). Coordenadora: Vanessa Regina de Oliveira Martins – DPsi; • Informações em Libras à comunidade surda na pandemia do Covid-19 (Processo: 23112.008242/2020-31). Coordenadora: Mariana de Lima Isaac Leandro Campos – DPsi; • Libras em casa: Em tempos de COVID-19 (Processo: 23112.008293/2020-63). Coordenadora: Samantha Camargo Daroque – DCNME-Ar;

14h30 UFSCar Marchando para Transformar Ciência em Qualidade de Vida

Moderador: Walter Libardi, Vice-Reitor da UFSCar

Apresentações – Participantes da Mesa (5 min cada): • Apoio a pesquisa sobre COVID-19. João Batista Fernandes • Pesquisas sobre COVID-19 na UFSCar. Ronaldo Censi Faria

Apresentações – Projetos de Extensão (5 min cada): • ACIEPE: COVID-19 – Ampliando conhecimentos sobre consumo consciente e eficiente de energia (Processo: 23112.008370/2020-85). Coordenador: Douglas Barreto – DECiv; • Genética e Sociedade: o papel da ciência em tempos de Covid-19 (Processo: 23112.007599/2020-01). Coordenadora: Ana Claudia Lessinger – DBio-So; • ACIEPE: Transformando Crises em Oportunidades: Empreendedorismo para Enfrentamento da COVID-19 (Processo: 23112.008390/2020-56). Coordenador: Roberto Ferrari Junior – DC; • ACIEPE: O atropelo da Estatística durante a pandemia de Covid-19 (Processo: 23112.008236/2020-84). Coordenador: Marcio Luis Lanfredi Viola – DEs; • ACIEPE: As aves da janela e o que elas podem nos ensinar sobre estatística e desenho experimental em tempos de COVID-19 (Processo: 23112.008582/2020-62). Coordenador: Alexander Vicente Christianini – DCA-So; • As ciências fisiológicas da COVID-19 (Processo: 23112.008714/2020-56). Coordenador: Gerson Jhonatan Rodrigues – DCF;
• Rodas de Conversa Interdisciplinares entre Educação e Ciências na contemporaneidade (Processo: 23112.008467/2020-98). Coordenador: Marlon Caetano Ramos Pessanha – DME;

15h15 UFSCar Marchando para Adaptar-se a um Novo Momento

Moderador: Márcio Merino Fernandes, Pró-Reitor de Administração da UFSCar

Apresentações – Participantes da Mesa (5 min cada): • Ajuste nas rotinas de trabalho. Márcio Merino Fernandes (ProAd); • Equipamentos de proteção. Luciano Mitidieri Bento Garcia (ProAd); • Mapeamento de necessidades e apoio aos servidores. Itamar Aparecido Lorenzon e Rafael Porto Santi, Pró-Reitor e ró-Reitor Adjunto de Gestão de Pessoas da UFSCar; • Recursos tecnológicos para apoio a servidores e estudantes. Erick Lázaro Melo, Secretário Geral de Informática da UFSCar; • Ações do Campus Araras no combate a Pandemia. Ricardo Toshio Fujihara, Diretor do Centro de Ciências Agrárias – CCA; • Ações do Campus Sorocaba no combate a COID-19. Ismail Barra Nova de Melo (Diretor do Campus Sorocaba) e Aparecido Junior de Menezes (Pró-Reitor Adjunto de Administração – Multicampi); • Ações do campus Lagoa do Sino. Giulianna Rondineli Carmassi (Diretora do Centro de Ciências da Natureza – CCN) e Edenis Cesar Oliveira (Diretor do Campus).

16h UFSCar Marchando para Informar e Transformar a Sociedade

Moderador: Roberto Ferrari Júnior, Pró-Reitor de Extensão da UFSCar

Apresentações – Participantes da Mesa (5 min cada): • Panorama das ações de comunicação da UFSCar sobre a COVID-19. João Justi, Diretor da Coordenadoria de Comunicação Social – CCS ; • Impacto das ações da UFSCar na Mídia. Agnes Arato (CCS); • Ações da Rádio UFSCar no enfrentamento à Pandemia. Pedro Dolosic Cordebello (Rádio UFSCar); • Informações da UFSCar junto ao MEC. Leandro Innocentini Lopes de Faria (SPDI) e Flávia C. A. Salmázio (Assessoria de Comunicação); • Lançamento do portal UFSCar em Ação Contra a COVID-19. Rosângela Lopes dos Santos Florian (SIn) e João Justi (CCS).

Apresentações – Projetos de Extensão (5 min cada): • COVID-19 e envelhecimento: Confecção de material informativo sobre saúde e envelhecimento com a proposta de estimulação cognitiva (Processo: 23112.007460/202059). Coordenador: Lucas Pelegrini Nogueira de Carvalho – DGero; • Comunicação Social no Contexto da Covid-19 (Processo: 23112.007064/2020-21). Coordenador: Gustavo Nunes de Oliveira – DMed; • Comunicação e educação: DEnf na luta contra a Covid-19 (Processo: 23112.007227/202076). Coordenadora: Silvia Carla da Silva Andre Uehara – DEnf; • Cenário de informação sobre o COVID-19 com base no dataset da DBPedia (Processo: 23112.008672/2020-53). Coordenadora: Ana Carolina Simionato Arakaki – DCI; • ACIEPE: Levantamento de dados e fontes de informação científicas em acesso aberto acerca do COVID-19 (Processo: 23112.008391/2020-09). Coordenadora: Ariadne Chloe Mary Furnival – DCI;

16h50 Encerramento

Reitora Wanda Hoffmann, Reitora

Walter Libardi, Vice Reitor

Promoção: Reitoria da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Apoio: Pró-Reitoria de Extensão (ProEx), Assessoria de Comunicação e Secretaria Geral de Informática (SIn). Comissão Organizadora: Daniela Zigante, Flávia Salmázio e João Justi. Mestre de Cerimônia: João Justi.

Dia da Pessoa com Deficiência Física

11 10 Dia da Pessoa com Deficiência Físca

Dia 11 de outubro é lembrado como o Dia da Pessoa com Deficiência Física. Segundo dados do Censo de 2010, o Brasil possui mais de 45 milhões de pessoas com algum tipo de deficiência, o que representa 23,92% da população. Deste total, mais de 13 milhões são deficientes físicos.

Para a Organização das Nações Unidas (ONU), é considerada pessoa com deficiência aquelas que têm impedimentos de longo prazo de natureza física, mental, intelectual ou sensorial, os quais, em interação com diversas barreiras, podem ter obstruída sua participação plena e efetiva na sociedade em igualdades de condições com as demais pessoas.

Com objetivo de equiparar as oportunidades oferecidas a essa população, o Governo Federal, em parceria com 15 ministérios, lançou em 2011 o Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência – Viver sem Limite. As ações do plano estão articuladas em quatro eixos temáticos: educação, saúde, inclusão social e acessibilidade. A política preconiza que a inclusão deve ser feita por ações da comunidade com a transformação de ambientes, eliminando barreiras arquitetônicas e de atitudes, que impedem a efetiva participação social desta população. Além disso, buscar reabilitar a pessoa com deficiência na sua capacidade funcional e desempenho, protegendo a saúde e prevenindo agravos que determinem o aparecimento de deficiências.

Na saúde, as ações começam cedo, na triagem neonatal, com o teste do pezinho, que ajuda a identificar diversas doenças que não apresentam sinais ou sintomas logo após o nascimento. Os cuidados avançam por toda a vida da pessoa com deficiência, com atendimento de habilitação e reabilitação na rede pública de saúde, em parceria com instituições de referência nacional e implantação de 45 Centros de Referência em Reabilitação, garantindo atendimento em todos os estados e no Distrito Federal. A rede tem o objetivo de ampliar o acesso e qualificar atendimento às pessoas com deficiência no Sistema Único de Saúde (SUS) em várias áreas.

De acordo com suas características, as pessoas com deficiência têm direito ao encaminhamento para serviços mais complexos; a receber assistência específica nas unidades especializadas de média e alta complexidade; como também às ajudas técnicas, órteses, próteses e meios auxiliares de locomoção de que necessitem, complementando o trabalho de reabilitação e as terapias.

O Centro de Reabilitação Física do Espírito Santo (Crefes), voltado para reabilitação física e auditiva, é um destes locais de atendimento. Mensalmente, o centro oferece reabilitação para uma média de 15 mil pacientes por mês, entre internações e atividades fisioterápicas. Além deste trabalho, realiza a concessão de órteses, meios auxiliares de locomoção (cadeira de rodas, cadeiras higiênicas, andadores, muletas, coletes, entre outros) e de próteses auditivas, mamárias e de membros superiores e inferiores.

sesacrefes                                                        

Centro de Reabilitação Física do Espírito Santo (Crefes) Foto: Secretária de Saúde do Espírito Santo

Fabrícia Forza, diretora geral do Crefes, conta que o atendimento é feito por uma equipe multiprofissional que acompanha de perto as necessidades de cada paciente. “O atendimento começa na unidade ambulatorial, que ajuda na recuperação de traumas ortopédicos e encaminha para o tratamento adequado. Depois da triagem, o paciente pode participar de várias escolas. Como por exemplo, a Escola de Coluna, que ajuda a melhorar a qualidade de vida dos pacientes ensinando formas mais adequadas de sentar e realizar atividades do dia a dia, por exemplo. Temos também um ginásio para fisioterapia, hidroterapia com água aquecida, musicoterapia. Outro destaque é o programa voltado para a conscientização corporal e independência, na medida do possível, para o paciente traumatizado poder ter uma melhor qualidade de vida. O acompanhamento não se limita apenas ao centro, temos ainda uma equipe que acompanha o paciente no momento da alta e da volta para a casa. Como muitos dos pacientes tem novas limitações, vamos à casa das pessoas auxiliar e conferir as questões de mobilidade, para saber se o ambiente está pronto para receber a pessoa”, conta.

A sociedade civil organizada também colabora bastante com o tratamento e recuperação de pessoas com deficiência. Patrícia Galoni é fundadora da organização não governamental Vidas, criada para proporcionar oportunidades de socialização e desenvolvimento para criança e adolescente com deficiência física, por meio da prática de atividade física, esportiva, de convivência e de lazer. “Sou mãe do Gabriel, que hoje tem 14 anos, e é cadeirante. Sempre achei que a socialização de uma criança com deficiência é muito diferente e é um desafio muito maior de que uma criança que não tem. O fato dele ter poucos amigos e de não ter muito contato com pessoas como ele estava atrapalhando o desenvolvimento. Me coloquei no lugar dele e pensei como seria meu dia se todas as pessoas com as quais eu cruzasse fossem diferentes de mim”, conta. Seis anos depois da fundação, a Vidas apoia não só a pessoa com deficiência, como também os familiares. Por isso, além das atividades, oferecem oportunidades de sensibilização e convivência, tais como oficinas de artesanato, teatro, música, aulas de yoga e expressão corporal, grupos de discussão e trocas de experiência, palestras, e várias outras atividades.

Toda pessoa com deficiência tem o direto de ser atendida nos serviços de saúde do SUS, desde os Postos de Saúde e Unidades de Saúde da Família, até os Serviços de Reabilitação e Hospitais. Para o atendimento, é importante procurar uma Unidade de Saúde próxima ao local de residência, cadastrar-se como usuário e fazer uma avaliação do estado geral de saúde. Essa unidade básica será responsável pelo acompanhamento permanente de seus usuários e o encaminhamento para serviços mais complexos. Saiba mais sobre o atendimento no site.

 

Fonte: Gabriela Rocha/ Blog da Saúde

Mesa-redonda – Violência contra a mulher e violência obstétrica

Fonte: http://www2.ufscar.br/evento?codigo=1820

O objetivo é divulgar os diversos tipos de violência que a mulher enfrenta no decorrer da vida e as formas de prevenção e apoio às vítimas. Participam do evento Maria Alice de Macedo, defensora pública do Estado de São Paulo; Janaina Basilio, advogada e presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-São Carlos); Daniela Mara Gouvêa Bellini, mestranda em Educação na UFSCar e promotora legal popular; e Ana Maria Zebeu, especialista em sexualidade humana e psicóloga do Programa de Atendimento a Vítimas de Abuso Sexual (Pavas). A atividade será conduzida pela professora Márcia Fabbro, do DEnf. A atividade é aberta a todos os interessados e as inscrições podem ser feitas no dia do evento.
Local: Auditório do Departamento de Enfermagem, área Norte do Campus São Carlos
Dia: 23/05/2017
Horário: 14:00
Realização: Disciplinas
Mais informações: e-mail mfabbro@gmail.com